PONTO DE VISTA - UOL Blog



Escrito por Hélio Umberto às 00h51
[] [envie esta mensagem] []



CONHEÇA AS PROPOSTAS DE QUEM QUER CONTINUAR AVANÇANDO O BRASIL::::


 

Programas Sociais

Programas Sociais

  • Manter e aprofundar a principal marca do governo Lula - seu olhar social -, ampliando programas como o Bolsa Família e implantando novos programas com o propósito de erradicar a miséria na década que se inicia.
O Sistema de Educacao

O Sistema de Educação

  • Priorizar a qualidade da educação, contemplando medidas como o treinamento e a remuneração de professores; bolsas de estudo e apoio para que os alunos não sejam obrigados a abandonar a escola; e salas de aula informatizadas e com acesso à banda larga.
  • Proteger as crianças e os mais jovens da violência, do assédio das drogas e da imposição do trabalho em detrimento da formação escolar e acadêmica. E, simultaneamente, oferecer aos jovens a oportunidade de começar a vida com segurança, liberdade, trabalho e a perspectiva de realização pessoal.
  • Ampliar e disseminar pelo Brasil a rede de creches, pré-escolas e escolas infantis.
O Sistema de Saude

O Sistema de Saúde

  • Aprimorar a eficácia do sistema de saúde, garantindo mais recursos para o SUS, reforçando as redes de atenção à saúde e unificando as ações entre os diferentes níveis de governo; dedicando uma atenção ainda maior aos hospitais públicos e conveniados, as novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), ao SAMU e a programas como o Saúde da Família, o Brasil Sorridente e a Farmácia Popular.
Reforma Urbana

Reforma Urbana

  • Colocar todo o empenho do Governo Federal, junto com estados e municípios, para promover uma profunda reforma urbana, que beneficie prioritariamente as camadas mais desprotegidas da população.
  • Melhorar a habitação e universalizar o saneamento. Implantar transporte seguro, barato e eficiente. E reforçar os programas de segurança pública.
O Meio Ambiente

O Meio Ambiente

  • Fortalecer a proteção ao meio ambiente, reduzindo o desmatamento e impulsionando a matriz energética mais limpa do mundo; mantendo a vanguarda nacional na produção de biocombustíveis e desenvolvendo nosso potencial hidrelétrico; e cumprindo as metas voluntárias assumidas na Conferência do Clima, haja ou não acordo internacional.
Industria, Agricultura, e Inovacao

Indústria, Agricultura e Inovação

  • Aprofundar os avanços da política industrial e agrícola, enfatizando a inovação, o aperfeiçoamento dos mecanismos de crédito e o aumento da produtividade.
  • Agregar valor a nossas riquezas naturais e produzir tudo o que pode ser produzido no Brasil.
  • Continuar mostrando ao mundo que é possível compatibilizar o desenvolvimento da agricultura familiar e do agronegócio. Assegurar crédito, assistência técnica e mercado aos pequenos produtores e, ao mesmo tempo, apoiar os grandes produtores, que contribuem decisivamente para o superávit comercial brasileiro.
Transparencia e Reforma

Transparência e Reforma

  • Manter a transparência dos gastos públicos e aperfeiçoar seus mecanismos de controle. Combater a corrupção, utilizando todos os mecanismos institucionais.
  • Concretizar, junto com o Congresso, as reformas institucionais que não puderam ser completadas ou foram apenas parcialmente implantadas, como a reforma política e a tributária.
  • Aprofundar a postura soberana do Brasil no mundo, defendendo intransigentemente a paz mundial e uma ordem econômica e política mais justa.
  • Manter o equilíbrio fiscal, o controle da inflação e a política de câmbio flutuante.
O BRASIL JÁ ENCONTROU O RUMO CERTO, É HORA DE AVANÇAR E IR EM FRENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Escrito por Hélio Umberto às 13h14
[] [envie esta mensagem] []



 

ESSE BLOG APÓIA

DILMA ROUSSEFF PRESIDENTE!!!!!!!!!!!!!

Dilma no encontro com PCdoB

 



Escrito por Hélio Umberto às 13h31
[] [envie esta mensagem] []



LIBERDADE

 

x

 

CONFUSÃO

 

Leia as entrelinhas...

 

 

 

Tempos negros sombrios onde a luz é rala e quase não aparece. Há muito medo nos olhos de quem presencia a cena de um dia após o outro um raiar não existir. Sufoca a alma sentir impotência, mesmo sabendo e vendo tudo, observando, analisando; mas com muito pouco para fazer. Em toda parte um véu negro de terror recobre os seres, mesmo humildemente entregues ao domínio eles sempre querem mais.

 

Não fale!                                                                                                       É do “contra”!

                        Você vai apanhar!                              Cale a boca!                           

                                                          

 

Apesar da “carga” os iluminados na alma não desistem, força, fé, esperança. Não se pode mais confiar na informação, nos sentidos, nos outros. É preciso agir rasteiros, em código, e quietos. A mentira vem [no “ar”], penetra sem ver, é só ela a dizer. Nenhum outro pode falar e mostrar.

 

 

Na ocasião lembre-se do Hino de 15 de Novembro:

 

Liberdade, Liberdade

Abre as asas sobre nós!

 

 

 

 

Ass.: Hélio Umberto de Morais.



Escrito por Hélio Umberto às 22h41
[] [envie esta mensagem] []



Dificuldades: Fim da bonança

 

Um ano realmente revelador promete ser 2009, sem dúvidas nenhuma este ano a administração municipal enfrenta grandes problemas, e é colocado à prova a aprovação do mandato municipal de Benice Maia. De um lado um problema econômico com a queda abissal na arrecadação municipal, com dificuldades relativas ao FPM e a baixa atividade econômica deste ano. Do outro ponto as dificuldades relativas à política de convivência com o legislativo, que em tempos de “céu de brigadeiro” eram maravilhosas, alguns atitudes do executivo tem preocupado tanto vereadores da base, como da oposição, que vêem sempre negado um pedido de assistência ou auxílio da prefeitura às pessoas que os procuram.

Este início de ano pareceu realmente ser diferente de todos os demais, não só porque era renovado um novo mandato até 2012, mas por que a cidade foi logo de início paralisada na atividade econômica que por décadas foi base da agropecuária Itapagipense, a produção leiteira. Junto a isso uma crise financeira internacional abalou a atividade econômica em todo país, pondo um freio na crescente econômica que tínhamos em Itapagipe, os efeitos foram sentidos com a redução na arrecadação do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Tudo isso colocou percalços fortes nas contas da prefeitura e fez com que a prefeita cortasse fundo em gastos sociais, e investimentos. A cidade estava esburacada, suja, muito mal conservada, para descontar o ônus político das dificuldades o Governo Federal levou a culpa e companheiros estão sendo usados como cartuchos para queimar.

A Comissão do Susto

Na seqüência dos acontecimentos um fato inusitado chama muita atenção, um concurso público às escuras é descoberto pelo vereador Adriano Ferreira de Morais (PMDB), que não perde tempo e apresenta requerimento para CP (Comissão Processante), quase aprovado, quatro votos contra, e três a favor. Isso abriu o sinal de alerta no Paço Municipal, que imediatamente reclamou do resultado apertado, alguns vereadores se queixaram da interferência, e de que tinham compromisso com a transparência pública. Foi hora da resposta do executivo, que encaminhou um ofício cobrando prestação de contas dos vereadores, estes, estupefatos lembraram-se da liminar que os proíbem de exigir do executivo sua transparência.

Para completar o “tabuleiro de erros” o executivo jogou mal, isso levou companheiros e oposicionistas a se indignarem, e a revolta produziu mais dificuldades, com muitos “nãos” ditos aos vereadores este ano está sendo difícil de governar. Por fora corre a queima sumária de “cartuchos”, companheiros colocados em determinadas funções apenas para dizer “não”. Será que essas dificuldades são resultados de uma boa administração, ou os problemas estarão longe de terminar?  

::::Mais uma para opinar::::   

 



Escrito por Hélio Umberto às 22h55
[] [envie esta mensagem] []



 PONTO DE VISTA – APRIMEIRA DE MUITAS VOCÊ VAI VER AQUI:

 

 

Ele não sumiu

 

São coisas inexplicáveis da política, Jerônimo Donizete da Silva (JERO) ex-prefeito de Itapagipe volta à baila na espera que em 2012 seu nome seja colocado na disputa eleitoral para prefeito de Itapagipe, as informações partem de pessoas ligadas ao meio político. Apesar de estarmos no ano inicial do segundo mandato de Benice Maia as cogitações políticas estão distantes de terminar; e quem quer pegar o bonde antes da corrida eleitoral para 2012 seria o ex-prefeito, que na ultima eleição se absteve de declarar apoio a qualquer candidatura ao executivo municipal de Itapagipe, e se tornar “neutro” nas palavras do documento divulgado pelo próprio Jero à época CARTA AO POVO.

Muitos do meio político na época chegaram a dizer de que Jero com aquela atitude se rendia totalmente ao grupo tucano, e que agora ele estaria interessado em colher os louros do passado recente obtendo o apoio dos bicudos ao executivo em uma volta triunfal, “Essa foi a real intenção da carta ao povo, abrir uma janela para 2012”, afirmam.

Mas como foi dito no início, política é inexplicável, e Jero que foi vítima dos tucanos em 2004 pretende alçar vôo para o ninho tucano, ou para um ponto bem próximo. Nessa uns prevêem um Jero novamente decepcionado, pois o tucanato estaria de olho em um secretário de governo como “candidato natural”, não só por seguir os passos do PSDB, mas também por manter o poder no clã familiar dos Maias.  Dirlei, atual vice-prefeito que tanto conta com o apoio dos tucanos a uma possível candidatura a prefeito estaria conformado com a situação: entregar o anel, para não perder o dedo. E Toco também: “um milagre é missão impossível”, afirmam. É difícil enfrentar o peso de um PSDB autoritário e fechado para “estranhos” que não sejam da “família”.  

::::Opine::::



Escrito por Hélio Umberto às 09h37
[] [envie esta mensagem] []



O RETORNO SERÁ JÁ EM JULHO!!!

/////////////// MAIS FORTE////////////////OPINATIVO//////////////////SEGURO//////////////PRECISO////////////////

\\\\\\\\\\\\\\NENHUMA INFORMAÇÃO, FATO, ACONTECIMENTO PODE FICAR SEM PONTO DE VISTA\\\\\\\\\\\\\\\\

APERITIVOS:

"CONCURSO PÚBLICO ÀS ESCURAS É DESCOBERTO PELO VEREADOR ADRIANO"

"CENTRO DE EVENTOS DE ITAPAGIPE DEVE SER CONSTRUÍDO NO TERRENO DA ANTIGA MALIBÚ"

"DIFICULADADES COM A BASE NA CÂMARA ASSUSTA EXECUTIVO"

"MAIS RETORNO: JERO RESURGE DAS CINZAS, E APARECE COMO O MAIOR NOME PARA SUCESSÃO 2012"

"TRIBUTO: O MUNDO SEM MICHAEL JACKSON"



Escrito por Hélio Umberto às 15h48
[] [envie esta mensagem] []



Improbidade

(Da família Real à Atualidade)

 

 

 

 

                                     "Cada povo tem o Governo que merece"

                                                                                                                                                               Rui Barbosa.

 

 

1808: Aí vem a Família Real, trazendo o velhos laços da corrupção para o Brasil 

ORIGENS

 

   Confundir e se enganar é comum, mas nas incumbências públicas muitas pessoas que exercem funções de interesse coletivo acabam confundindo-se várias vezes sobre o tamanho do seu patrimônio. Pondo entre suas posses o bem público, e ocasionando uma lesão ao erário do mesmo.

   Mas, essa "confusão" tem origens longínquas na história da humanidade, tudo começou com a criação dos Estados Nacionais no finalzinho do Período Feudal. Em conformidade ao período que antecedia a criação dos novos Estados Nacionais era trazido um vício do Período Negro Feudal, ou "ERA DAS TREVAS" como é apelidado. Esse vício era de o soberano misturar o que era seu do que era do Estado, ou público. Isso explica em grande medida a falta de ética dos nossos políticos (sem generalização) atuais no exercício da função pública.

 

 

NO BRASIL

 

 

 

   Em nosso país as impurezas éticas remanescentes da Europa adentraram nosso Colosso Americano antes mesmo de se tornar Independente. Foi com a família real fugindo da fúria de Napoleão, D. João VI chega ao Brasil já corrompendo com os Ingleses, subtrai casas do Rio de Janeiro para abrigar seus cortesãos. Passado o tempo o velho continente se acalma e D. João para lá retorna, antes saqueando todo o cofre do recém criado Banco do Brasil e deixa regendo como príncipe seu filho D. Pedro. Mas D. Pedro declara o Brasil independente em 7 de setembro de 1822 e se torna nosso 1º imperador. E em nossa hora de libertação acabamos nas amarras da corrupção. Para consolidar nossa "independência" D. Pedro I filho de D. João VI, rei de Portugal, endivida o Brasil junto aos ingleses tomando um empréstimo grandioso para indenizar Portugal e D. João VI da perda de sua colônia. Nossa primeira improbidade como já sendo "independentes".

 

NOVOS TEMPOS

 

   Pulando alguns momentos da História que tornariam essa coluna extensa chegamos ao Período Republicano de 1985 aos dias atuais. Nesse período de democracia jovial já assistimos a vários escândalos que tomaram as manchetes cotidianas, tratando da "confusão" entre o público e o privado. Entre escândalos e escândalos a população perdeu a fé nas instituições públicas e nos políticos, por um lado é positivo que os atos de improbidade venham à tona, o que não aconteceria em um regime de exceção, DITADURA, pois nesses períodos a verdade da corrupção é mascarada pela censura e força. Hoje não, tudo está livre e acessível. Um exemplo foi uma matéria jornalística exibida pelo programa da Rede Globo, Fantástico, no dia 02 de março, primeiro domingo do mês neste ano, que tratava de casos de corrupção em várias prefeituras pelo Brasil. Em todos os casos ficou latente a falta de ética, na qual o governante mistura o particular com o público, repetindo aquele mesmo erro de origens históricas. Para evitar esses casos o indivíduo precisa fiscalizar, cobrar, e não baixar a guarda depois das eleições. Todos nós somos responsáveis pelo que é público, não podemos abandonar nosso país, nosso estado, e nosso município; somos parte deles!



Escrito por Hélio Umberto às 11h47
[] [envie esta mensagem] []



 

As origens da transferência de PODER

 

Pela primeira vez não se transferiu o poder a outro governante em Itapagipe

(imagem retirada) 

D. Pedro II, menino de 14 anos e orfão de mãe e pai, subiu ao trono para governar quase cinquenta anos o Brasil; em sequência já idoso próximo da queda do Império. Getúlio Vargas na foto de Presidente do Estado Novo- A ditadura Vargas, entre vários regimes quase vinte anos de poder.  

 

Que o diga a sociedade brasileira e mineira sobre o assunto, ambas, tanto no país como no estado até pouco tempo atrás não tinha esse costume de conferir mais uma vez poder a aquele que já ocupava o cargo. Esse novo processo passou a ocorrer primeiramente no plano nacional, onde FHC (Fernando Henrique Cardoso) conseguiu no Congresso a aprovação da emenda constitucional que dava ao chefe do poder executivo a chance de ser reeleito, apesar de haver muitos prós e contras, quando foi apresentada a Emenda Constitucional da Reeleição os defensores argüiram de que traria mais estabilidade política, e legitimaria mais quem dela se beneficiasse, e realmente em alguns casos isso se deu, mas em outros foi totalmente o inverso, ela não só serviu de instrumento maledicente como arruinou a democracia, pois os "reconfirmados" no poder se acharam mais supremos ao ponto de realizar barbáries.

 

Desde que D. Pedro I transferiu o trono em favor de seu filho D. Pedro II em 7 de Abril de 1831 até o dia 01/01/1999 quando FHC assumiu o novo mandato, agora reeleito, o Brasil tinha sempre um sucessor a espera do governante. Em Minas Gerais o Governador de maior período de poder foi o interventor Benedito Valadares, escolhido por Vargas, após ele Aécio Neves será o segundo em maior permanência no posto, oito anos, dois mandatos; já FHC ficou na quarta posição no plano nacional. Na história D. Pedro II foi o governante de maior permanência, 49 anos de poder, de (1840-1889); Getúlio Vargas foi o segundo a ocupar por maior tempo o posto de chefe supremo da nação, 19 anos de poder( 1930-1945 e 1955-1954), quinze deles em regimes subseqüentes, e quatro na democracia quando então suicidou-se com um tiro no coração. D. Pedro I governou por nove anos (1822-1831), na quarta posição FHC com oito anos (1995-2002), seguido agora por Lula que por enquanto tem seis anos de poder (2003-2008), chegando em 2010 com oito anos de poder, empatando à FHC.

 

 

Itapagipe

 

Os dois Prefeitos de maior permanência no cargo, Antônio Gonçalves com 12 anos e Gilberto Queiroz com 10 anos.

Em Itapagipe o prefeito de maior permanência foi Antônio Gonçalves de Paula, 12 anos (fev.1977-fev.1983 e jan.1989-jan.1992), logo após ele segue Gilberto Queiroz (jan.1967-fev.1971 e fev.1983-jan.1989), 10 anos; Jerônimo Donizete da Silva vem em terceiro com oito anos (1993-1996 e 2001-2004), outro prefeito também foi eleito para dois mandatos, Alonso de Morais Andrade, mas não teve longa permanência, foi assassinado em fins de 1955, tomando posse seu vice Amador Chaves (popularmente conhecido por "Doc Chaves"). Benice deve igualar a JERO em tempo de poder.          



Escrito por Hélio Umberto às 18h52
[] [envie esta mensagem] []



Posse: Mais uma vez!

 

 

Mais uma vez, sim, pela primeira vez em Itapagipe um prefeito é reeleito para um mandato consecutivo ao que já exercia. Ocorrência que não se deu só aqui, a maioria das cidades reconduziu seus prefeitos a novo mandato, isso se deve especialmente à bonança vivida não só pelo país, mais por todos, enxurradas de recursos de todos os lados lotaram os cofres públicos, além do aumento na arrecadação.  

 

Com a presença dos Deputados Narcio Rodrigues e Zé Maia a prefeita Benice, já empossada, na manhã do dia 01/01/2009 para seu segundo mandato, pregou harmonia com o legislativo para o bem de Itapagipe, diferente do Deputado Zé Maia que nas entrelinhas mais uma vez repetiu o fatídico discurso do dia 31/12/08 na rádio local, onde atacou o vereador Adriano, fora isso o clima foi tranqüilo. Benice até individualizou em seu discurso sua passagem ao lado de cada vereador empossado na ocasião, e também fez pesar pelos os que não se reelegeram.

 

Teceu um extenso agradecimento, e em especial ao Deputado Narcio Rodrigues, que nas palavras da prefeita é o maior responsável por Itapagipe ter "mudado" para melhor. Com o novo mandato continua os secretários da anterior gestão, não se mudou a equipe, este ano a arrecadação será superior a atual, é hora ainda mais da austeridade, pois 2009 prevêem dias difíceis para os governos, a "enxurrada" de recursos vai diminuir um pouco das esferas estadual e federal, mas em compensação a arrecadação aumentará. Já haviam sido adiantadas algumas obras para o município, centro de Eventos, conclusão e pavimentação da Avenida Contorno, Estação de Tratamento de Esgoto.    



Escrito por Hélio Umberto às 11h08
[] [envie esta mensagem] []



(IMAGEM RETIRADA)

feliz 2009!!!



Escrito por Hélio Umberto às 00h26
[] [envie esta mensagem] []



 

Em entrevista na rádio local Deputado surpreende em pronunciamento

 

Tome cuidado com o Caudilho de Itapagipe

 

 

Hoje em entrevista na Itanews FM mais uma vez se confirmaram os piores pesadelos de quem prima e zela pela DEMOCRACIA. Na rádio neste último dia do ano foram recebidos (como de comum) o Deputado Estadual Zé Maia e a Prefeita Benice Maia, os quais por mais de 1h falaram e prestaram os esclarecimentos sob a administração 2005-2008 da atual prefeita. Nos seus pronunciamentos várias conquistas foram citadas e anunciadas realizações para o próximo mandato, ambos reiteram muito as conquistas obtidas, fazem jus realmente do mérito que tem, pois não foram reconhecidos a toa nas eleições.

 

Mas em determinado momento em pronunciamento logo após o da prefeita o deputado estadual Zé Maia anunciou uma "duvidosa intenção" a ser realizado em Itapagipe para os próximos anos, o deputado propõem uma nova "forma sob os destinos de se fazer política em Itapagipe", e citou de exemplo a cidade de Uberlândia em que segundo o deputado o povo foi sábio junto da classe política para fazer com que a cidade crescesse. E afirmou ainda de que o povo precisa julgar melhor, citando de que: "um vereador vota contra o projeto da Vila Olímpica e ai é reeleito? - Contra pra comprar pá carregadeira e aí é reeleito?"- questionando ironicamente a reeleição do único vereador de oposição deste mandato, Adriano Ferreira de Morais. Afirmou serem ruins para Itapagipe essas atitudes, e continua "sabe, em Uberlândia isso não acontece!", em outro trecho "isso é coisa de país atrasado, de gente atrasado."

 

O Deputado em outras palavras condiciona o crescimento de Itapagipe não só atual como futuro, e aí se torna destino, única e exclusivamente a ele, à prefeita e seu grupo político, e disse claramente de que o povo precisa "eleger pessoas da Benice pra frente" - ou seja, em resumo, o deputado quis dizer de que o povo não foi sábio em reeleger o vereador Adriano, mas o foi ao reeleger Benice-Dirlei e os quatro vereadores do PSDB. É perigoso em início de um novo mandato tudo isso ser dito sem nenhum constrangimento, sabemos de que o que está sendo proposto nada mais é de que o questionamento sob o que o povo escolhe quando não convém aos interesses do poder supremo.

 

O que foi proposto nada mais é de que o início do tiro no pé, pois ninguém é digno o suficiente para colocar em cheque o que o povo escolhe em sufrágio universal de votos, nenhum motivo é plausível o bastante para derrubar a legitimidade de quem conquista o mandato. Sou um apaixonado pela História do Brasil e do Mundo, quem me conhece sabe disso, ao ouvir o "proposto" pelo nobre parlamentar fico chocado, tudo isso remonta o início da República Velha em que uma Comissão foi criada para "verificação de poderes"; ou seja, o povo votava, mas não tinha certeza se aquele votado seria o seu representante, pois a comissão poderia anulá-lo. Assim estar a propor o nobre parlamentar de que o povo vote no dito "padrão" argumentado por ele.    

                                                                                                                 

(* trechos em itálico são as palavras ditas pelo próprio Deputado)



Escrito por Hélio Umberto às 15h04
[] [envie esta mensagem] []



::::::BRASIL::::::

Um SHOW de aprovação: LULA é o presidente mais bem avaliado da história brasileira

Além de ser o mais votado de toda a história republicana, Lula agora acumula o recorde de ser o Presidente mais bem avaliado, é o que revelou última pesquisa DataFolha.



Escrito por Hélio Umberto às 01h24
[] [envie esta mensagem] []



 

Perspectivas para o processo político administrativo de Itapagipe são melhores do que em 2005

 

Espera-se uma Câmara em que a oposição não tenha força por igual a do governo, mas a uma bobeada ela pode dar o troco

 

 

 

 

Próximos da posse para um novo mandato, os eleitos, e reeleitos terão que ter maior jogo de cintura se quiserem preservar-se com boas avaliações ao longo do mandato, para a oposição a hora é de ter cautela e se colocar não contra um governo, mas a favor de Itapagipe, pois isso lhe dará legitimidade para quando for necessário questionar atitudes, responsabilidades, etc. 

Para os governistas vai se exigir mais cautela do que da oposição, pois a partir de 2010 não terão mais um Governo do Estado "parceiro de sangue", no plano federal a coisa pode piorar, pois até 2010 as posições terão de ser definidas claramente, e cidades de predominância política contrária a do Governo Federal enfrentarão maiores dificuldades para conseguir recursos em volume maior aos já investidos. 

O que pode garantir o fiel de recursos seria a escuderia dos Deputados tucanos, que terão de ser bem mais amenos em relação ao atual Governo Federal do PT, e prepararem o terreno para mudanças profundas no quadro representativo de Minas Gerais onde já não haverá mais um governo alinhado totalmente aos seus interesses. Á partir daí em 2012 a oposição terá um trunfo maior, o desgaste de um período continuo de um só governo, e um decréscimo da bonança de recursos vindos de ambas as esferas de governo superiores, no advento de queda de arrecadação que atual crise causará. 

O certo é de que para quem governa o próximo mandato não será mais "céu de brigadeiro" e o fel vai ser sentido em muitos momentos, já para quem faz oposição é hora de se reavaliar, e não declarar guerra prematura, o cenário é bem mais favorável se usar a cautela.       



Escrito por Hélio Umberto às 11h43
[] [envie esta mensagem] []



O pau comeu na região:

 

Prefeito de Planura, Beto, é afastado do cargo.

 

 

 

 

 

                                                                                                            Helio Umberto

(com informações do Jornal da 97 fm de Frutal do dia 02/12/2008.)

 

 

No dia 01/12 por volta das 18h00min o prefeito Humberto Tomé de Souza recebeu notificação comunicando de seu afastamento do cargo de prefeito, junto de alguns secretários apontados nas irregularidades, apontadas na Ação Civil pública de Improbidade Administrativa impetrada pelo promotor de justiça Alan Baena Bertola dos Santos e acatada preventivamente em liminar do juiz da 1ª vara Eduardo Tavares Viana. O prefeito que concedeu entrevista à 97fm de Frutal hoje, 02/12, onde afirmou que estará entrando ainda hoje, pelo período da tarde, com agravo no TJMG - Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a fim de reverter à decisão tomada em 1ª estância.

 

Na Ação o Promotor Alan Baena menciona atos irregulares realizados pelo prefeito e alguns de seus secretários de governo afastados, uma delas é um cartão alimentação que era concedido a apenas algumas, e ainda o atraso no pagamento de salários de alguns servidores públicos municipais, devido ao período eleitoral onde alguns funcionários foram perseguidos por se posicionarem a favor do então candidato, e agora prefeito eleito João Gangini. O prefeito afastado disse não ter tido o direito de se defender e de não ter sido comunicado devidamente para proceder sua defesa.

 

Em Frutal:

 

Na cidade de Frutal ontem foi negado pedido de cassação do mandato da prefeita Ciça por não atender a solicitação de documentos realizados por um advogado da cidade, a Câmara rejeitou o pedido por unanimidade na sessão de ontem, o argumento é de que o advogado procedeu erroneamente ao pedir a cassação da Prefeita, pois poderia entrar com um mandado de segurança para cumprir suas solicitações.

 

Em Itapagipe:

 

 

A Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa contra a prefeita Benice Maia e mais duas pessoas segue em “repouso” nas gavetas do Poder Judiciário na Comarca. Por enquanto não foram julgados os pedidos de perda dos direitos políticos, perda de mandato, e cassação do direito de contratar com o poder público por tempo determinado. Não se sabe ainda quando haverá definição do processo



Escrito por Hélio Umberto às 13h55
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Meu perfil
BRASIL, Homem, de 15 a 19 anos


Histórico
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
FM ITAPAGIPE
Google
UOL - O melhor conteúdo
Blog do Jeeli
Brasil
Prefeitura Municipal de Itapagipe
Justiça Eleitoral
iNotícia